Em que idade devo começar a ensinar?

Há quem invista em conteúdos acadêmicos desde cedo. Apostam na platicidade cerebral dos 2, 3 e 4 anos e fazem uma agenda vasta de ricas atividades dirigidas. São mães educadoras que desfrutam do tempo com seus filhos pequenos construindo memórias doces envolvidas em projetos de ciências, pintura e colagens. Há quem prefira começar mais tarde e que percebeu que ao ensinar depois dos 7 anos terá uma criança mais interessada e que aprenderá em instantes o que levaria meses para perceber se fosse mais nova. A infância corre ligeiro e em instantes acaba. Quando mais a criança terá dias longos, livres, cheios de surpreendentes descobertas e fantasias no quintal? O filho sempre teremos, mas a criança se vai. Quando nos detemos para observá-los descobrimos que aprenderam o tempo todo e quaisquer das perspectivas são válidas, pois a beleza do Homeschooling é ser desenhado conforme as prioridades de cada família. Com o passar dos anos e o ganho de experiência, nosso Homeschooling também foi adquirindo nuances e ficando cada vez mais tranquilo e personalizado. Abandonamos algumas práticas que no começo pareciam fundamentais e agregamos outras que nem imaginávamos que poderiam funcionar. Ensino meus filhos a ler e a contar aos 4 anos. Bem devagarinho. 10 minutos por dia. Nada de métodos trabalhosos. E cada um avança conforme as próprias características. Mergulhamos aos poucos no mundo da leitura, mas sem tropeços nem afobações. Lembrando que o ouro da educação domiciliar é construir uma atmosfera interior de harmonia e amor pelo aprendizado. Não é uma corrida em busca da criança prodígio. Mas uma estrutura de vida que permita nutrir principalmente um bom caráter.

No homeschool a simplicidade ajuda

Já procurei criar um lar montessoriano e não funcionou. Mas conheço famílias educadoras que conseguem ensinar nesse formato. Já alfabetizei dois filhos com um método e com o terceiro não funcionou. Desapeguei e mudei de método. Já tentei aplicar uma elaborada educação clássica que mortificava meus filhos. Simplifiquei. Existem muitos modos de se fazer homeschooling. Com certeza há formas ótimas, mas que não combinam com meu estilo de vida, minha personalidade ou com o modo de aprendizado de alguma de minhas crianças. Isso não desmerece o método, nem o homescholing. O objetivo do ensino é que eles aprendam, não importa tanto qual a trajetória que vamos seguir para conquistar essa meta. Descomplica. Se você está enfrentando desafios que te tiram

a paz, talvez você tenha escolhido uma abordagem que não é a mais indicada para esse momento de sua vida. Não compare sua prática com o ideal que um dia você imaginou. Tenha claro em mente os seus objetivos educacionais e aceite a realidade de sua vida como ela se apresentar. O ambiente emocional que criamos para nossos filhos é muito importante para o aprendizado e é a atmosfera da vida deles no ED. Não perca a paz.