Como não confundir os papeis de mãe e de professora? – Homeschooling FAQ

Os pais são naturalmente os primeiros professores dos filhos. Se observarmos bem uma criança notaremos que as expressões faciais aprenderam dos pais, que articulam as palavras como os pais, que as meninas tratam as bonecas nas brincadeiras como as mães as tratam, que gritam como os pais se esses gritam com eles, ou que mantém a ordem das coisas quando assim são ensinados. Não há nenhum motivo para crer que haveria alguma dificuldade de um pai ocupar o papel de professor.

Na realidade é o papel de professor que é artificial, pois recebe a autoridade paterna emprestada para ensinar e corrigir os filhos de outras pessoas.

Alguns pais que fizeram mau uso de sua autoridade natural – ou por terem se desautorizado repetidamente, ou por sentimentalismo, ou por autoritarismo – encontram dificuldades para fazer com que os filhos obedeçam e cumpram com as atividades escolares em casa. Mas essa dificuldade não é maior do que a dos profissionais da educação que se debatem com o domínio de turma nas escolas.

Quando o ensino respeita o desejo natural de aprender que há no coração dos homens não existe um motivo para separar o papel de mãe do de professora. Ensino meus filhos a comer de boca fechada, a cumprimentar as visitas, a somar 2+2, a juntar as letrinhas para  escrever o próprio nome, a arrumar uma cama, e tudo isso sem nenhuma confusão.

20170328_170953

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s